30 de dezembro de 2014

BookTour - Resenha | Controlados: A Aliança dos Castelos Ocultos - Peterson Silva

Título: Série Controlados I - A Aliança Dos Castelos Ocultos
Autor: Peterson Silva
Gênero: Ficção, Literatura Fantástica, Fantasia
Editora: Publicação Independente/Bookess
Ano: 2013
Páginas: 472

SINOPSE: Na série Controlados, a magia está em todo lugar. Os magos podem alterar os seus sentimentos, os seus pensamentos ou comandar as suas atitudes.
Não se pode confiar em ninguém.
No primeiro volume da série, A Aliança dos Castelos Ocultos, Heelum está cada vez mais próxima de uma verdadeira e perigosa transformação com a ascenção de grupos contrários à dominação dos magos. Mas estes não estão dispostos a ver a derrocada de seu império tácito, e um grande poder aproxima-se da liderança dos magos, clamando pela união de um mundo fragmentado.
A Aliança dos Castelos Ocultos introduz o leitor a um mundo diferente, mas ao mundo em que vivemos: repleto de poderes invisíveis e da busca onipresente por justiça, liberdade e felicidade.


Fantasia nacional da melhor qualidade.

No primeiro livro da série, somos apresentados a “Heelum”, um lugar recheado de histórias, e envolto em mistérios, intrigas, conspirações e conflitos, mas também amores e amizades. Mas principalmente onde a magia existe; proibida, mas não menos usada.
A forma como a magia foi trabalhada pelo autor na história é totalmente distinta do que estamos acostumados a ver ou ler; e com certeza é um dos grandes diferenciais da trama. Em “Heelum”, a magia é bastante real, e deveras cruel. Os magos, detentores da magia, são seres poderosos, mas temidos.
A história, contada em terceira pessoa, é dividida entre vários personagens, que são os nossos olhos dentro deste universo grandioso. No começo, pode parecer que há informação demais, conforme você vai sendo transportado pelas diversas partes de “Heelum”, a cada momento com um personagem diferente, mas logo depois, tudo se explica e percebe-se como cada informação foi necessária. A trama é muito bem construída e amarrada, sem deixar pontas soltas.
Agora vamos ao principal, a magia. Por que toda a história trata-se de magia, e como já dito antes, uma magia diferente. Em “Heelum”, os magos usam a magia para atacar/controlar os outros, seja provocando, influenciando, invadindo ou dominando.

E o que é magia?
(...)
...Magia é atacar, minha querida. Quando dizemos que alguém vai atacar alguém, é como dizer que fará magia nessa pessoa. Magia significa sair de seu castelo... Invadir um castelo de outra pessoa... e realizar uma técnica dentro desse castelo.

A grande sacada do autor foi à forma como ele representou esse controle do mago sobre a outra pessoa. Tudo acontece em “Neborum”, um plano, uma dimensão, uma realidade alternativa, chame como quiser. Funciona como um outro mundo, que somente os magos têm acesso. Lá se revela o “iaumo” de cada um, a alma. E a mente se mostra como um castelo, pelos quais os magos invadem a fim de cumprirem seus propósitos. E é em “Neborum” que a história mostra a que veio.

A magia... Consiste em... Influenciar pessoas. A primeira coisa que nós vamos aprender é a lidar com Neborum. Acessá-lo.
Neborum?
Neborum é uma realidade diferente. Lá você vê as coisas de um jeito que não as vê aqui. Faz coisas que não faz aqui.

Tudo se converge na magia, mas não foca apenas nela. Conforme somos apresentados a este universo, somos apresentados também aos personagens, e vivenciamos junto com eles suas aflições e frustrações, medos e desejos. Seja por amor, aventura, conhecimento ou poder, tudo é alternado de modo a revelar mais e mais desse mundo.
Devo frisar que o universo criado pelo autor é de uma grandiosidade e riqueza surpreendente, que vou confessar que não esperava. Como fã e leitor assíduo de épicos fantásticos, só posso parabenizá-lo pelo mundo construído. Toda a mitologia criada, rica em detalhes, termos, vocabulários, idiomas, bem criativos e originais, me surpreenderam bastante, em especial a escrita. O autor escreve o livro de forma direta, crua, sem florear, descrevendo o que deve ser mostrado, deixando a tarefa do leitor – de imaginar e vivenciar as cenas – mais fácil, mas não menos interessante; tanto em cenas de ação de tirar o fôlego ou até mesmo em um calmo encontro de namorados.
Uma das poucas ressalvas que faço, foi que senti falta de um glossário. Ainda que os termos apresentados sejam explicados, ouve momentos em que senti a necessidade de uma fonte mais direta dos significados. Como eu disse anteriormente, o autor pensou em todos os detalhes - e quantos detalhes. Existe todo um mundo de costumes, vocábulos, localidades; nomenclaturas em geral que, em minha opinião, em partes da história, seriam melhor compreendidas se tivéssemos o acesso a suas definições. Não é nada que atrapalhe profundamente a leitura, apenas facilitaria um pouco.
Adianto que a história não tem um final conclusivo quando chegamos ao término do livro, assim como as histórias não mostram maiores conexões, como se esperaria acontecer. Mas acredito que isso aconteceu por que muito mais eventos ainda estão por acontecer, é isso não é uma reclamação. Estou ansioso em poder visitar Heelum mais algumas vezes ainda.
Bom, dou quatro estrelas, por que esperava algo mais no final, ainda que saiba que muita coisa tem para acontecer nos próximos volumes, é o autor, é claro, certamente guardou o melhor para o final. Ainda assim, mais do que recomendo este livro. Uma excelente dica pra quem gosta de fantasia das boas, e que mostra que temos grandes escritores nacionais. 

Nota: «««««

Pra quem se interessou, o livro é disponibilizado totalmente gratuito e integral em PDF e Epub no site. Você pode baixar ou lê-lo online aqui. Você também pode comprá-lo, aqui e aqui. Além de estar ajudando o autor, terá acesso ao Universo Expandido, que é recheado de informações complementares muito interessantes da série, de capítulos adicionais a vários extras e curiosidades. Você pode ter acesso ao Universo Expandido também através de uma doação. Maiores informações aqui.
Fica a dica. Boa leitura!