10 de setembro de 2013

Primeiro cartaz de A Menina que Roubava Livros

Saiu o primeiro cartaz de A Menina que Roubava Livros, adaptação do livro de mesmo nome do autor Marcus Zusak. Que coisa mais linda e esse cartaz. Já disse uma vez é repito novamente que a escolha da atriz pra Liesel não poderia ter sido melhor. Minhas expectativas com esse filme são as maiores possíveis, pelo trailer já deu pra perceber que vai ser um filmaço.
Vejam o belo cartaz liberado:
Ao perceber que a pequena Liesel Meminger, uma ladra de livros, lhe escapa, a Morte afeiçoa-se à menina e rastreia suas pegadas de 1939 a 1943. A mãe comunista, perseguida pelo nazismo, envia Liesel e o irmão para o subúrbio pobre de uma cidade alemã, onde um casal se dispõe a adotá-los por dinheiro. O garoto morre no trajeto e é enterrado por um coveiro que deixa cair um livro na neve. É o primeiro de uma série que a menina vai surrupiar ao longo dos anos. O único vínculo com a família é esta obra, que ela ainda não sabe ler. Assombrada por pesadelos, ela compensa o medo e a solidão das noites com a conivência do pai adotivo, um pintor de parede bonachão que lhe dá lições de leitura. Alfabetizada sob vistas grossas da madrasta, Liesel canaliza urgências para a literatura. Em tempos de livros incendiados, ela os furta, ou os lê na biblioteca do prefeito da cidade. A vida ao redor é a pseudo-realidade criada em torno do culto a Hitler na Segunda Guerra. Ela assiste à eufórica celebração do aniversário do Führer pela vizinhança. Teme a dona da loja da esquina, colaboradora do Terceiro Reich. Faz amizade com um garoto obrigado a integrar a Juventude Hitlerista. E ajuda o pai a esconder no porão um judeu que escreve livros artesanais para contar a sua parte naquela História.

A protagonista Liesel Meminger será interpretada pela atriz Sophie Nélisse. Geoffrey Rush e Emily Watson viverão seus pais adotivos. Ben Schnetzer e Nico Liersch completam o elenco.
Sob roteiro de Michael Petroni e direção de Brian Percival a estreia no Brasil é prevista para 31 de janeiro de 2014.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente. Elogie, Sugira. Critique. Os comentários serão moderados para que possam ser respondidos o quanto antes.