25 de novembro de 2012

Top 5: Melhores Adaptações Literárias

Pessoal, antes de tudo, gostaria de pedir desculpas mais uma vez pelo atraso nas postagens. Fim de ano letivo, fechamento de bimestre, estudante de instituto federal, últimas provas, tudo junto e misturado, aliado a correria do dia-a-dia, fizeram com que eu ficasse um pouco recluso com relação ao blog, sorry. Peço de antemão, mil desculpas, e pretendo parar com isso. Mas vamos ao post.
Já tivemos aqui o Top 5: Piores Adaptações Literárias. E nada mais justo do que ter um post falando sobre boas adaptações. Sim por que não só de péssimas adaptações vive o mundo, para nossa alegria de vez em quando nossos queridos livros caem em boas mãos e são adaptados de forma correta.
O que nos leva a conclusão de que tempo de filme, dificuldade de filmar cenas , mudança de história  e outras várias desculpas dadas pelos diretores e estúdios de cinema não justificam os verdadeiros pecados que são acabar geral com um adaptação. Sempre haverá corte de cenas, mudanças de enredo, caracterização diferente, e as vezes além de necessário admito que por vezes fica até melhor, mas tem de ser maneirado e, claro, desde que não mude os rumos da história, que consequentemente possam prejudicar uma futura sequência (não é mesmo Percy?).
Sendo assim, para compensar aqui vai: Top 5: Melhores Adaptações Literárias.

5° lugar: Crônicas de Nárnia: O Leão, A Feiticeira e o Guarda Roupa.

Primeiro livro publicado, mas segundo na ordem cronológica entre os sete clássicos escritos por C.S.Lewis. Nem preciso dizer como sou fã dessa série, simplesmente genial, e a adaptação (pelo menos a primeira) não fica atrás. Começando pelo elenco, bons atores, que se encaixam nas descrições dos personagens (até mesmo a superioridade da Suzana se vê na intérprete da personagem), não posso ficar sem falar também de Georgie Henley que deu um show como a pequena Lúcia, além de Tilda Swinton como a Feiticeira Branca, interpretação de congelar os ossos (ok, trocadilho tosco haha). Cenários mais do que belos, fotografia excelente. Sem falar nos efeitos especiais, Aslam e a prova disso. A produção teve o cuidado de fazer os mínimos detalhes, desde personagens até os cenários feitos por computação gráfica. Mas o mais importante, a história em si, houveram cortes e alterações de enredo, sim, sempre tem, mas foram apenas detalhes, parte sem muita importância que mesmo ocultados não tiraram a magia e seguimento da história. Ainda que ocorrendo mudanças, a história permaneceu, magnifica, grandiosa e espetacular. 
E óbvio que prefiro o livro, não há dúvidas acerca disso, mas não tenho do que reclamar desse filme, pelo menos desse, por que cá para nós, digamos que as sequências pecaram um pouco pela ação desenfreada e mudaram um pouco o foco da história, mesmo assim são ótimas, recomento.

4° lugar: V de Vingança

"Eu dedico esse concerto à senhora justiça que há muito tempo tirou férias desse país e em reconhecimento ao impostor que tomou o seu lugar."
Umas das muitas frases marcantes de V, protagonista anarquista que encabeça a graphic novel a qual se baseou esse filme. Devo dizer primeiramente que houveram diversas mudanças no enredo, um delas foi a retirada de boa parte da temática anarquista presente na HQ (que para mim poderia ter permanecido, mas tudo bem), pois segundo os produtores a mudança da mensagem foi melhor para a época do filme.  Tudo bem por que mesmo com cortes e mudanças, ainda assim o filme e espetacular, um dos melhores que já vi, por que a história foi explorada e os pontos principais foram bem destacados. Em relação ao elenco começamos por Natalie Portman, na minha opinião não foi lá sua melhor atuação, ela poderia ter sido mais, digamos intensa, mas tudo bem, ainda assim não tiro seu mérito, por que  não tenho muito do que reclamar (ponto para você Natalie), a intensidade comentada anteriormente com certeza foi o elemento que Hugo Weaving usou ao interpretar V (é ele? HAHA), esse sim merece todos os parabéns do mundo, excelente atuação. 
O filme é em si, diferente, intenso, espetacular, genial, magnífica. Não se compara a HQ é claro, por que tá pra nascer uma adaptação que supere a obra. No mais o filme é uma ótima pedida para quem quer assistir algo no mínimo diferente (recomendo muito). Merece destaque a trilha sonora, escutem.

3° lugar: Harry Potter e a Pedra Filosofal

O começo de tudo, na maior e mais famosa série adaptada de livros.  Sete livros que possibilitaram o sucesso que foram os oito filmes. Toda a história de Harry Potter, dez anos de sonhos e expectativas pelos filmes seguintes. Voltando ao filme, percebe-se como o diretor quis ser o mais fiel na medida do possível para uma adaptação, os cenários, os figurinos, a maior parte das cenas dos livros, desde os olhos verdes de Harry (o ator tem olhos azuis), até o cabelo "crespo" da Hermione (única coisa que fiquei feliz de terem mudado ao longo dos filmes). Como é de esperar, sempre existe o medo  de afundar nas bilheterias quando se é o  primeiro filme de uma série, por isso não é de esperar que não houve todo o empenho e investimento que a história merecia. Mas ainda assim, o filme foi bom, a história ficou na medida certa para uma adaptação cinematográfica, e mesmo com os cortes, mudanças e desaparecimento de alguns personagens e cenas, isso não foi um grande problema para a produção do filme, ao passo que as cenas exploradas no filme foram visual e simplesmente belas. A começar pelos cenários, os vastos campos verde da Inglaterra cotados pelo Expresso de Hogwarts, até a incrível Escola de Magia e Bruxaria totalmente construída através de maquetes e efeitos especiais, mas que deram a sensação de que ela realmente estava lá (e me fizeram ficar com vontade de estudar lá também). Incrível também foram as caracterizações dos atores, como disse até os olhos verdes de Harry e o cabelo "crespo" de Hermione tiveram o cuidado de mostrar. Ai vem alguém e diz, mas encurtaram muito, não é igual ao livro. E claro que não é igual, não existe (e provavelmente, não existirá) uma adaptação 100% igual ao livro. É preciso cortar partes da história, por que segundo os diretores uma adaptação fiel renderia em torno de 16 horas de filme, e mesmo que os fãs digam que assistiriam as 16 horas com o maior prazer (pelo menos eu assistiria) e pouco provável que uma produção faça isso.
Bom, eu já me demorei muito aqui, resumindo, prefiro e recomendo (sempre) o livro, pois não há nada igual, e simplesmente sensacional todo o universo que a autora criou. Mas também gosto e recomendo o filme, por que no mais, ele e uma ótima pedida para quem quer algumas horas de diversão e emoção. Assistam!

2° lugar: Jogos Vorazes


Um thriller grandioso e intrigante, muito bem desenvolvido no livro, e no filme também. É claro que não é a mesma coisa, mas tenho que dizer que Jogos Vorazes foi uma das adaptações mais fiéis que já assisti. O desenvolvimento foi um pouco lento, até chegarmos no arena, mas foi fluido, agradável de se ver, tanto as atuações quanto pelos cenários e caracterizações, é claro que aquele loiro do Peeta ficou meio fajuto, mas pelo menos ele está loiro (não é mesmo Annabeth?). Acredito que Jennifer foi feito para o seu papel, ela convence como Katniss, ela conseguiu passar na atuação seu ódio pela Capital, como acha toda a situação em que vive absurda. E uma sacada genial dos produtores foi ter mudado a linguagem para terceira pessoa, pois para quem leu o livro, sabe que ele é narrado pela Katniss em primeira pessoa, então muitos acontecimentos e até pensamentos de outro personagens ficaram de fora; já no filme mesmo que continue do ponto de vista da Katniss, temos uma ideia (mesmo que rápida) do que acontece com os outros personagens. Quem também merece os parabéns e Elizabeth Banks por sua atuação de Effie Trinket, ela conseguiu passar o ar cômico e caricato da personagem, e ao mesmo tempo alienada pela Capital. O que nós leva a caracterização, quando vi Elizabeth de Effie, até assustei (como conseguiram de certa forma enfeiar uma atriz tão linda?), do mesmo jeito Jennifer, estranhei no começo ela morena, ainda mais que tinha a pouco tempo a visto de Mística em X-Men, mas depois me acostumei e até prefiro ela morena. A única que me revoltou profundamente foi terem mudado a história referente ao tordo, como Katniss o consegue (que depois evolui para algo muito mais grandioso), simplesmente sumiram com a Madge e toda a part, digamos, mitológica do símbolo tordo, ponto negativo para isso.
Resumindo, de forma geral, foi uma boa adaptação, mas como sempre poderia ter sido melhor. O que vejo que prejudicou o filme foi mesmo a censura, por parte do estúdio, que como sempre, querendo arrecadar mais bilheteria, fez um filme voltado pro público juvenil, é Jogos Vorazes é um livro adulto, não tem como discordar, sendo assim várias das sacadas políticas e principalmente a parte pesada e sangrenta da história foi cortada ou então amenizada. Mas como sabemos isso não vai mudar, então o jeito é se acostumar, e assistir muito Jogos Vorazes enquanto esperamos ansiosamente pelo lançamento de "Em Chamas".

1° lugar: O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei


História que pode ser definida como épica, envolvente, sensacional  com personagens ricos em características e personalidade e desenvolvimento de perder o fôlego. Sem duvida Senhor dos Anéis : O Retorno do Rei e suas três horas de duração é a melhor e mais fiel adaptação de um livro já feita. Toda a trilogia foi adaptada pelo genial Peter Jackson (ele ta filmando Hobbit, ahh), corajosamente filmados simultaneamente o que custou milhões de dólares e dois anos de produção. Com relação ao filme, o mais incrível com certeza e o cenário e as surpreendentes cenas de tirar o fôlego, merecidas dos onze Oscars ganhos. Fica claro como a produção foi mais detalhada, grandiosa nesse filme, deveras por que essa é a conclusão épica da saga de Frodo. Os efeitos especiais não poderiam ficar de fora daqui, é impressionante o realismo das cenas, desde Gollun, até as incríveis construções dos elfos e das Minas Tirith, sem falar é claro de Mordor e o Grande Olho de Sauron. tudo muito real. O desenvolvimento poderia ter sido melhor, pois ao meu ver, foi tudo muito rápido, como se o diretor tivesse pressa em chegar a certa cena ou mesmo concluir o filme, todo o desenvolvimento que levaria ao fim foi muito resumido, mas isso foi apenas um pequeno erro do roteiro que não deve ser tão levado em consideração se comparado a todo o esplendor da produção, tudo aliado é claro a mitologia criada por Tolkien, pois sem ela o filme não seria nada (mas isso é discução para outro post).
Em resumo, O Retorno do Rei é uma obra grandiosa, espetacular, magnífica, e sem sombra de dúvidas épica, que fez jus ao livro, com um elenco merecedor de vários elogios encabeçado por grandes astros, além de uma produção que se preocupou com cada pormenor para levar para nós cinéfilos, essa grande obra que dá gosto de assistir sempre, aqui, só nos resta também aguardar pelo lançamento das três partes  (vai ser trilogia, ebaa) de "O Hobbit, que com toda certeza também vai ser um grande sucesso. 

NOTA: Este post tem por objetivo único mostrar minha opinião sobre o assunto explorado nele, consistindo do meu ponto de vista, apenas de livros e filmes que eu assisti, sendo assim, pode não corresponder com sua opinião.

4 comentários:

  1. Também adorei a adaptação do Harry Potter e a Pedra Filosofal. O Jogos Vorazes achei que faltou um pouco de ação e sangue. Agora V de Vingança e Crônicas de Nárnia amei as adaptações. *_*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Jogos Vorazes faltou uma caixa d'gua de sangue, mas fazer o que, o jeito e assistir do jeito que tá neé.
      Amei todos os filmes, agora e esperar que os próximos lançamentos sejam tão bons quanto estes.

      Excluir
  2. De fato, são adaptações bem fiéis. No caso de Harry Potter e a Pedra Filosofal, eu acompanhava o filme com o livro do lado, e até as falas são parecidas.
    De todos as Crônicas de Nárnia lançadas até então, este foi o mais fiel (Príncipe Caspian pode-se dizer que até me decepcionou um bocado).
    Amo a trilogia de O Senhor dos Anéis, e para mim os três seguiram bem a proposta do livro, mas o último indubitavelmente é o mais épico =D
    E Jogos Vorazes também foi ótimos, se bem que eu senti falta deuma coisinha ali e aqui que não foram aproveitadas, apesar de não terem interferido no decorrer da história.
    Eu sou louca para ler V de Vingança. até tenho o link para baixar, só falta tempo!! Tampouco assisti ao filme, infelizmente =C

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SIIM, Harry Potter foi um dos primeiros livros que li antes do filme, então eu ficava com o livro na mão comparando as cenas e dando pulos de alegria com as partes iguais (sou estranho).
      Príncipe Caspian foi de longe o pior filme das série Crônicas de Nárnia. Eles exageraram na ação desenfreada e se perderam na história.
      Não há como negar, que Senhor dos Anéis e uma das, senão a melhor adaptação de um livro para filme, sensacional, ÉPICOOO.
      Jogos Vorazes faltou muita coisa (cadê o sangue, cadê a violência?, cadê a Madge?) mas isso não comprometeu tanto a história.
      Nossa então leia e assista V de Vingança, eu recomendo muito, é incrível a história, tem toda uma pegada política, distópica, resumindo e genial.
      Bjão!! Volte Sempre!!!

      Excluir