24 de outubro de 2012

Lendo essa Semana #1


Lendo Essa Semana... coluna destinada a mostrar minhas leituras e dedicações literárias do momento. Meme semanal hospedado pelo Lost in Chick Lit, adaptado pelo Mentecaptos por Livros e colado por mim. Clique para saber mais










Leitura do momento: Comecei hoje a ler “Ecos da Morte” (The Body Finder #1) e animando para começar “Oksa Pollock e o Mundo Invisível” (Oksa Pollock #1) 

Comentário: Não tenho o que comentar ainda, comecei o livro agora a pouco, por enquanto nenhuma surpresa.

Terminei de ler essa semana: Feita de Fumaça e Osso (Daughter of Smoke and Bone #1) livro ótimo, de perder o fôlego, (o ruim é esperar a sequência que vai demorar).

Última compra:  Oksa Pollock e o Mundo Invisível, de Anne Plichota e Cendrine Wolf, Ecos da Morte e Desejos dos Mortos de Kimberly Derting, A Farsa, A Vingança e A Traição de Christopher Reich, O Atlas Esmeralda de John Stephens, Dom Casmurro e os Discos Voadores, de Machado de Assis e Lúcio Manfredi, Senhora, A Bruxa, de José de Alencar e Angélica Lopes, A Escrava Isaura e o Vampiro, de Bernardo Guimarães e Jovane Nunes, O Alienista Caçador de Mutantes, de Machado de Assis e Natalia Klein.

Desejo comprar urgentemente:  Jane Austen, A Vampira, de Michael Thomas Ford, A Sombra da Serpente (Crônicas dos Kane #3), de Rick Riordan,  Cidade dos Anjos Caídos (Instrumentos Mortais #4) de Cassandra Clare, A Marca de Atena (Heróis do Olimpo #3) de Rick Riordan, A Ascensão dos Nove (Os Legados de Lorien #3) de Pitacus Lore.

Queria ver no Brasil:  Uncommon Criminals (Heist Society #2) e Perfect Scoundrels (Heist Society #3), de Ally Carter, Lady Midnight (The Dark Artifices #1) de Cassandra Clare. (vai demoraaar)

Citação do livro que você está lendo no momento: “...Mas havia exceções a todas as regras. Os burros e fracos sempre se separam do bando em algum momento.” pág. 85

Eu falaria para o autor: “Tia Jô, escreva mais Harry Potters”

Estado de Espírito Literário: Ansioso, mas sem tempo.

Paixão literária do momento: Izzy, I LOVE YOU FOREVER.

22 de outubro de 2012

Meme Literário: 11 perguntas

Vi esse meme também no Vávula de Escape (obrigado pelos memes) e resolvi  fazê-lo também.





1 - Qual seu personagem favorito de todos os tempos?
Sempre foi e sempre será Harry Potter, mas também tenho uma amizade legal com o Percy e com o Peeta.

2 - Qual seu livro favorito?
Há tantos, mas vamos lá. No quesito séries: Harry Potter, no quesito trilogia: Jogos Vorazes, no quesito stand alone: nenhum, pois não tenho stand alones. (triste)

3 - Qual o pior livro que você já leu na sua vida?
ARGH, Lua Nova, único da série Crepúsculo que perdi meu tempo precioso lendo. Agora por que o considero tão ruim? Melodrama ao extremo, e a raiva que a Bella passa com suas atitudes tão infantis, perda de tempo completo. (minha opinião claro)

4 - Que música combina perfeitamente com um livro?
O silêncio pode entrar aqui? Por que não gosto de nenhum barulho por perto enquanto leio.

5 - Se você pudesse se casar com um personagem, com quem seria? E por quê?
Izzy I LOVE YOU. Quer casar comigo? Simplesmente por que ela e demais, e apesar de ligar um pouco para o que os outros pensam dela, ainda assim ela vai lá e faz. Ela e fodaa.

6 - Qual o livro que te deixou mais triste?
Com certeza “A Esperança”. Não tenho nem palavras para expressá-lo, a não ser triste, emocionante, de tirar o fôlego e as lágrimas.

7 - E mais feliz?
Ladrões de Elite, livro muito bom, e super criativo. Mas sempre fico feliz quando leio o último de uma série. Apesar do paradoxo de ser triste por ter acabado, dá uma sensação de tarefa cumprida, de desejo cumprido. E sempre fico feliz quando leio clássicos, nesses vem à sensação de orgulho por lê-los.

8 - Que livro você leu só pela capa?
Pode-se dizer que livros eu NÃO li pela capa. Por que não classifico muito pelas capas bonitas, mas pelas capas feias sim. Mas eu super quero ler Dezesseis Luas, não só pela capa, mas ela ajudou e muito na minha escolha por ele.

9 - Que livro você leu por boas recomendações de amigos?
Jogos Vorazes, Instrumentos Mortais, Ladrões de Elite, Feita de Fumaça e Osso e vou ler Dezesseis Luas neé Juliana.

10 -  E por resenhas positivas?
Percy Jackson, e não me arrependo. Melhor coisa que poderia ter feito.

11 - Qual seu autor favorito?
Quais seus autores favoritos neé? Por que são tantos. Vamos ver, J.K.Rowling sempre. Rick Riordan, Suzanne Collins, C.S.Lewis, J.R.R. Tolkien.


Indico este meme também para JulianaBiancaRuama, Carol e quem mais se sentir a vontade em fazê-lo.

E então? Quais seriam as respostas de vocês? Comentem.

20 de outubro de 2012

Meme Literário: Fim do Mundo

O fim do mundo chegou e você pode levar apenas 10 livros e nada mais. Quais livros você levaria? 

Vi esse meme no blog Válvula de Escape e resolvi fazê-lo, embora seja muito difícil para mim escolher entre meus livros apenas 10, acho que, caso isso acontecesse na vida, o mundo ia acabar e eu ainda não teria escolhido qual levar.
Bom, vamos ao meme.

E claro que eu iria levar Harry Potter, uma das melhores séries que já li, senão a melhor. Este é meu volume preferido.

As aulas estão de volta a Hogwarts e Harry Potter não vê a hora de embarcar no Expresso a vapor que o levará de volta à escola de bruxaria. Mais uma vez suas férias na rua dos Alfeneiros, 4, foi triste e solitária. Tio Válter Dursley estava especialmente irritado com ele, porque seu amigo Rony Weasley tinha lhe telefonado. E ele não aceitava qualquer ligação de Harry com o mundo dos mágicos dentro de sua casa. A situação piorou ainda mais com a chegada de tia Guida, irmã de Válter. Harry já estava acostumado a ser humilhado pelos Dursley, mas quando tia Guida passou a ofender os pais de Harry, mortos pelo bruxo Voldemort, ele não agüentou e transformou-a num imenso balão. Irritado, fugiu da casa dos tios, indo se abrigar no Beco Diagonal. Lá ele reencontra Rony e Hermione, seus melhores amigos em Hogwarts e, para sua surpresa, é procurado pelo próprio Ministro da Magia. Sem que Harry saiba, o ministro está preocupado com o garoto, pois fugiu da prisão de Azkaban o perigoso bruxo Sirius Black, que teria assassinado treze pessoas com um único feitiço e traído os pais de Harry, entregando-os a Voldemort. Sob forte escolta, o garoto é levado para Hogwarts. Na escola as dificuldades são as de sempre: Severo Snape, o professor de Poções, o trata cada vez pior, enquanto ele tem de se esforçar nos treinos de quadribol, e levar Grifinória à vitória do campeonato. Para piorar a situação, os terríveis guardas de Azkaban, conhecidos por dementadores, estão de guarda nos portões da escola, caso Sirius Black tente algo contra Harry. Por fim, Harry tem de enfrentar seu inimigo para salvar Rony e obrigado a escolher entre matar ou não aquele que traiu seus pais. Com muita ação, humor e magia, ''Harry Potter e o prisioneiro de Azkaban'' traz de volta o gigante atrapalhado Rúbeo Hagrid, o sábio diretor Alvo Dumbledore, a exigente professora de transformação Minerva MacGonagall e o novo mestre Lupin, que guarda grandes surpresas para Harry.


Estaria ente os dez, só para eu poder vivenciar novamente o final épico que foi esse livro, simplesmente de perder o fôlego.

Em Harry Potter E As Relíquias Da Morte, o encontro inevitável com Lord Voldemort não pode mais ser adiado. Harry, no entanto, precisa ganhar tempo para encontrar as Horcruxes que ainda estão faltando. E, pelo caminho, descobrir o que são afinal as Relíquias da Morte e como ele pode usá-las contra o Lorde das Trevas. Seguindo as poucas pistas deixadas por Dumbledore, Harry conta apenas com a ajuda dos leais amigos Rony e Hermione. Juntos, eles percorrem lugares nunca visitados, descobrem histórias nebulosas sobre pessoas queridas e acabam por desvendar mistérios que os incomodavam há muito tempo. Enquanto Harry, Rony e Hermione vagam por diferentes lugares em busca de pistas, J. K. Rowling vai revelando aspectos até então desconhecidos sobre os principais personagens. Em sua última e derradeira aventura, Harry não é exposto apenas a batalhas. Ele precisa superar traições, surpresas e, mais do que nunca, aprender a lidar com os próprios sentimentos. Como em todos os livros da série, o amor e a amizade são elementos-chave para a trama. Em Harry Potter E As Relíquias Da Morte, J. K. Rowling leva o leitor por uma trilha de suspense, com sustos ininterruptos até a última página, quando entrega, por completo, toda a verdade e conclui os passos de herói de Harry Potter na maior saga bruxa de todos os tempos.


Outra série que me conquistou do primeiro ao último capítulo, que mexeram com todos os meus sentimentos, que me tirou o fôlego constantemente. Livro genial.

Após o fim da América do Norte, uma nova nação chamada Panem surge. Formada por doze distritos, é comandada com mão de ferro pela Capital. Uma das formas com que demonstram seu poder sobre o resto do carente país é com Jogos Vorazes, uma competição anual transmitida ao vivo pela televisão, em que um garoto e uma garota de doze a dezoito anos de cada distrito são selecionados e obrigados a lutar até a morte! Para evitar que sua irmã seja a mais nova vítima do programa, Katniss se oferece para participar em seu lugar. Vinda do empobrecido distrito 12, ela sabe como sobreviver em um ambiente hostil. Peeta, um garoto que ajudou sua família no passado, também foi selecionado. Caso vença, terá fama e fortuna. Se perder, morre. Mas para ganhar a competição, será preciso muito mais do que habilidade. Até onde Katniss estará disposta a ir para ser vitoriosa nos Jogos Vorazes?

A continuação que veio para adicionar mais expectativa e empolgação. Volume que adiciona outros tantos personagens queridos e outros nem tanto.

Depois da improvável e inusitada vitória de Katniss Everdeen e Peeta Mellark nos últimos Jogos Vorazes, algo parece ter mudado para sempre em Panem. Aqui e ali, distúrbios e agitações nos distritos dão sinais de que uma revolta é iminente. Katniss e Peeta, representantes do paupérrimo Distrito 12, não apenas venceram os Jogos, mas ridicularizaram o governo e conseguiram fazer todos - incluindo o próprio Peeta - acreditarem que são um casal apaixonado. A confusão na cabeça de Katniss não é menos do que a das ruas. Em meio ao turbilhão, ela pensa cada vez mais em seu melhor amigo, o jovem caçador Gale, mas é obrigada a fingir que o romance com Peeta é real. Já o governo parece especialmente preocupado com a influência que os dois adolescentes vitoriosos - transformados em verdadeiros ídolos nacionais - podem ter na população. Por isso, existem planos especiais para mantê-los sob controle, mesmo que isso signifique forçá-los a lutar novamente.

Outra série que apaixonei assim que bati o olho nela. Apesar de trabalhar em cima de assuntos tão explorados ultimamente, é completamente inovador e mais uma vez genial. Shadowhunters, inveja eterna de vocês.

Um mundo oculto está prestes a ser revelado... Quando Clary decide ir a Nova York se divertir numa discoteca, nunca poderia imaginar que testemunharia um assassinato - muito menos um assassinato cometido por três adolescentes cobertos por tatuagens enigmáticas e brandindo armas bizarras. Clary sabe que deve chamar a polícia, mas é difícil explicar um assassinato quando o corpo desaparece e os assassinos são invisíveis para todos, menos para ela. Tão surpresa quanto assustada, Clary aceita ouvir o que os jovens têm a dizer... Uma tribo de guerreiros secreta dedicada a libertar a terra de demônios, os Caçadores das Sombras têm uma missão em nosso mundo, e Clary pode já estar mais envolvida na história do que gostaria.


Mais uma série que sou fã de carteirinha. Por dois motivos, enredo baseado na mitologia grega que sou fissurado – vício eterno – e a linguagem que Rick Riordan usa, única e brilhante.

Os deuses do Olimpo continuam vivos, ainda se apaixonam por mortais e geram filhos metade deuses, metade humanos, como os heróis da Grécia antiga. Marcados pelo destino, eles dificilmente passam da adolescência. Poucos conseguem descobrir sua identidade. O garoto-problema Percy Jackson é um deles. Tem experiências estranhas em que deuses e monstros mitológicos parecem saltar das páginas dos livros direto para a sua vida. Pior que isso: algumas dessas criaturas estão bastante irritadas. Um artefato precioso foi roubado do Monte Olimpo e Percy é o principal suspeito. Para restaurar a paz, ele e seus amigos - jovens heróis modernos - terão de fazer mais do que capturar o verdadeiro ladrão: precisam elucidar uma traição mais ameaçadora que a fúria dos deuses.


Meu volume favorito da série. O livro que me dividiu entre a alegria de estar no mei oda série e a tristeza pelo fim tão próximo dela. Ainda bem que depois veio “Heróis do Olimpo”.

Um chamado do amigo Grover deixa Percy a postos para mais uma missão: dois novos meios-sangues foram encontrados, cuja ascendência ainda é desconhecida. Como sempre, Percy sabe que precisará contar com o poder de seus aliados heróis, com sua leal espada Contracorrente... e com uma caroninha da mãe. O que eles ainda não sabem é que os jovens descobertos não são os únicos em perigo: Cronos, o Senhor dos Titãs, arquitetou um de seus planos mais traiçoeiros, e nossos heróis serão presas fáceis. Um monstro ancestral foi despertado - um ser com poder suficiente para destruir o Olimpo - e Ártemis, a única deusa capaz de encontrá-lo, desapareceu. Percy e seus amigos têm apenas uma semana para resgatar a deusa sequestrada e solucionar o mistério que ronda o monstro que ela caçava. Ao longo dessa jornada, enfrentarão o maior desafio de suas vidas: a terrível profecia da maldição do titã.

Outra série de Rick Riordan, mas construída em torno da mitologia egípcia. Pouco conhecida – pelo menos por mim – mas não menos interessante. E que mais uma vez foi muito bem desenvolvida.

Desde a morte de sua mãe, Carter e Sadie viveram perto de estranhos. Enquanto Sadie viveu com os avós, em Londres, seu irmão viajava pelo mundo com seu pai, o egiptólogo brilhante, Dr. Julius Kane. Uma noite, o Dr. Kane traz os irmãos juntos para uma experiência de “pesquisa” no Museu Britânico, onde ele espera para acertar as coisas para sua família. Ao contrário, ele liberta o deus egípcio Set, que expulsa-lo ao esquecimento e forças das crianças a fugir para salvar suas vidas. Logo, Sadie e Carter descobre que os deuses do Egito estão acordando e, o pior deles – Set – tem a sua visão sobre o Kanes. Para detê-lo, os irmãos embarcam em uma perigosa viagem em todo o mundo – uma busca que traz os cada vez mais perto da verdade sobre sua família e seus vínculos com uma ordem secreta que existiu desde o tempo dos faraós.

Clássico, e claro que tinha deter um. Um mundo brilhantemente construído pelas mãos de C.S. Lewis. Misturando sempre histórias intensas com uma lição de moral no fim, que sempre vem a calhar.

Viagens ao fim do mundo, criaturas fantásticas e batalhas épicas entre o bem e o mal - o que mais um leitor poderia querer de um livro? O livro que tem tudo isso é "O leão, a feiticeira e o guarda-roupa", escrito em 1949 por Clive Staples Lewis. Mas Lewis não parou por aí, seis outros livros vieram depois e, juntos, ficaram conhecidos como "As crônicas de Nárnia". Nos últimos cinquenta anos, "As crônicas de Nárnia" transcenderam o gênero da fantasia para se tornar parte do cânone da literatura clássica. Casa um dos sete livros é uma obra-prima, atraindo o leitor para um mundo em que a magia encontra a realidade, e o resultado é um mundo ficcional que tem fascinado gerações. Esta edição apresenta todas as sete crônicas integralmente, num único volume magnífico. Os livros são apresentados de acordo com a ordem de preferência de Lewis. Enganosamente simples e direta, As crônicas de Nárnia continuam cativando os leitores com aventuras, personagens e fatos que falam a pessoas de todas as idades, mesmo cinqüenta anos após terem sido publicadas pela primeira vez. 


Outro clássico que não poderia faltar. A obra-prima de J.R.R. Tolkien que construiu um mundo novo, criou dialetos e novas línguas. Simplesmente demais, épico. 

A história começa como seqüência de um livro anterior de Tolkien, O Hobbit (The Hobbit), e logo se desenvolve numa história muito maior. Foi escrito entre 1937 e 1949, com muitas partes criadas durante a Segunda Guerra Mundial.[1] Embora Tolkien tenha planejado realizá-lo em volume único, foi originalmente publicado em três volumes entre 1954 e 1955, e foi assim, em três volumes, que se tornou popular. Desde então foi reimpresso várias vezes e foi traduzido para mais de 40 línguas,[2] tornando-se um dos trabalhos mais populares da literatura do século XX.






Indico este meme também para JulianaBiancaRuama, Carol e quem mais se sentir a vontade em fazê-lo.


E então, gostam? Quais seriam os 10 livros de vocês? Comentem.

19 de outubro de 2012

Livro "Sangue Quente" terá continuação


Dentre todos os livros da minha estante, havia apenas um livro que era stand alone – apesar de eu não me orgulhar disso - era do verbo não é mais. Por que estou falando isso? Por que “Sangue Quente” não pode ser mais considerado um volume único.
Isaac Marion confirmou estar trabalhando na continuação do livro “Sangue Quente”.
O que não é novidade, já que nessa época de tantas trilogias, tetralogias e dezenas de séries, seria bom de mais pra ser verdade lançarem um stand alone.
Aproveitando o momento gostaria até de fazer um pedido, aliás, gostaria de clamar aos meus autores preferidos. Por favor, façam mais stand alones, eu particularmente gostaria de vez em quando de terminar um livro com um final satisfatório, sem ganchos para continuações.
Se continuar assim, vou estar com setenta anos e não vou ter terminado todas as séries que comecei – que são muitas por sinal.

NOTA: gosto de stand alones, o que não quer dizer que não gosto de séries. Pelo contrário, AMO séries, trilogias e todo esse mundo de continuações. Se não gostasse, certamente não iria considerar Harry Potter, Percy Jackson, Jogos Vorazes e Instrumentos Mortais como os melhores que já li. Apenas gostaria que diversificassem – entre séries e stand alones - um pouco.
E já que estamos falando de “Sangue Quente”. A Summit Entertainment que detém os direitos da agora “provável série” divulgou o primeiro cartaz oficial da adaptação.


Sangue Quente conta a história de R depois que ele se envolve com a namorada de uma de suas vítimas, o romance dos dois dará início a uma série de eventos que pode mudar a vida do mundo dos mortos vivos.


Nicholas Hoult estrela como R e Teresa Palmer sua amada. John Malkovich, Dave Franco, Rob Corddry e Analeigh Tipton completam o elenco.

Com direção de Jonathan Levine, o filme tem estréia prevista para 1 de fevereiro de 2013.
Além do cartaz, já foram divulgadas algumas fotos, confira:



E ai, quem está ansioso - ou nem tanto - para o filme?

18 de outubro de 2012

No aguardo: Adaptações Cinematográficas #4

Vamos para mais uma adaptação literária aguardada ansiosamente por mim. Uma obra de sucesso aclamada pela crítica e pelo público, do gênio J.R.R. Tolkien, que antecede os acontecimentos de sua obra-prima "O Senhor dos Anéis".

O Hobbit - Uma Jornada Inesperada 


Inesperadamente, Bilbo Bolseiro, um hobbit de vida confortável e tranquila no Condado recebe a visita de 13 anões e Gandalf que o arrastam em uma jornada através das montanhas e das terras ermas enfrentando trolls, orcs, wargs, elfos para o resgate de um tesouro muito bem guardado por Smaug, o dragão. Bilbo se vê em diversas confusões e encontra algo que não so sua vida, mas de toda Terra-Média.


Baseado na aclamada obra de J.R.R. Tolkien O Hobbit, ambientada na Terra-Média antecede O Senhor dos Anéis em 60 anos.
Segue a aventura do personagem-título Bilbo Bolseiro, que enfrenta uma jornada épica para retomar o Reino de Erebor, terra conquistada há muito tempo pelo dragão Smaug. Levado à empreitada pelo mago Gandalf, o Cinzento, Bilbo encontra-se junto a um grupo de treze anões liderados pelo lendário guerreiro Thorin Escudo-de-Carvalho. Essa aventura irá levá-los a lugares selvagens, passando por terras traiçoeiras repletas de Goblins e Orcs, Wargs mortais e Aranhas Gigantes, Transmorfos e Magos.

Planejado primeiramente como uma adaptação em dois filmes, o diretor Peter Jackson revelou recentemente, para alegria geral dos fãs (principalmente eu) que o material obtido nos apêndices de O Senhor dos Anéis, será suficiente para mais um filme, o que quer dizer que agora “O Hobbit – Uma Jornada Inesperada” não é mais o primeiro de dois, mas sim o primeiro de uma trilogia, ebaaa o/.

Ian McKellen (Gandalf), Cate Blanchett  (Galadriel), Orlando Bloom (Legolas), Ian Holm (Bilbo ancião), Christopher Lee (Saruman), Hugo Weaving (Elrond), Elijah Wood (Frodo), e Andy Serkis (Gollum) retornam ao elenco. Martin Freeman estrelará como o protagonista Bilbo Baggins.  Completando o elenco estão Richard Armitage, Jed Brophy, Adam Brown, John Callen, Stephen Fry,Ryan Gage, Mark Hadlow, Peter Hambleton, Stephen Hunter, William Kircher,Sylvester McCoy, Bret McKenzie, Graham McTavish, Mike Mizrahi, James Nesbitt, Dean O’Gorman, Lee Pace, Mikael Persbrandt, Conan Stevens, Ken Stott, Jeffrey Thomas, e Aidan Turner.

Com direção de Peter Jackson a estréia é prevista para 14 de dezembro de 2012.

Vários banners e cartazes já saíram, e quando digo vários, são vários mesmo, confira:











Além de muitas fotos, veja:










 


Além dos trailers, dê uma olhada: