11 de dezembro de 2012

Desvendando meu sumiço...

Sei que pedidos de desculpas e meras justificativas não bastam, mas ainda assim estou aqui para deixá-los apar do meu repentino (só que não) sumiço.
Pra quem ainda não sabe, estudo no IFG (Instituto Federal de Goiás), e para quem também é um estudante federal, não é mesmo JulianaRuamaBiancaIsackPaula, sabe como é puxada essa nossa vida, diria até sofrida.
Pois é, pra quem conhece essas instituições federais do governo, sabe que de tempos em tempos ocorre greve (poderia até fazer uma análise história-social-filosófica e sob revolta sobre a greve, mas deixa pra outra oportunidade), e como sempre, quem perde são os alunos. Não é a primeira greve que passo e com certeza não será a ultima.
Voltando ao assunto, no meio do ano, ocorreu uma greve no IF, e obvio, eles tinham de repor as aulas em algum tempo. E como eu já esperava (e sabia) nossas aulas estão sendo repostas agora no fim do ano. 
O que isso tem haver com meu sumiço do blog?
Nada mais nada menos que eu estar tendo uma vida de cão nesses últimos dias, mais precisamente nesses últimos dois meses. E uma enxurrada de provas, trabalhos, atividades que não acabam mais, sinto que a cada dia estou virando um zumbi.
Depois de todo esse lamento, peço desculpas mais uma vez, e tentando melhorar um pouco as coisas, aviso que logo mais vêm fanfics muito mais por ai, a primeira será em parceria com a minha querida Morgana.
Além disso, vou aproveitar minhas merecidas férias que virão (ainda não tenho a confirmação de quando) para escrever muito, atualizar os capítulos da minha história original (você pode conferi-la aqui) e publicar mais fanfics e contos.
Agradeço mais uma vez pelo apoio, incentivo, e por seguir o blog. 
Valeu pessoal!!!Abraços!!!!

29 de novembro de 2012

Namore um Cara que Lê - Bruno Palma e Silva


Após publicar o texto "Namore uma Garota que Lê", andando pelos blogs amigos, achei esse texto no Resenhas e Algo mais e o original escrito por Bruno Palma e Silva pode ser encontrado aqui, e nada mais justo que publicar o outro lado da história, não e mesmo. Também o achei sensacional e não poderia deixar de publicar. Agora pergunto pras garotas: você gostaria de um namorado assim? E pros caras: você é assim? Confiram o texto, e comentem.
PS: fizeram uma descrição minha, parece que to lendo minha biografia, HAHAHA.

Namore um cara que se orgulha da biblioteca que tem, ao invés do carro, das roupas ou do penteado. Ele também tem essas coisas, mas sabe que não é isso que vai torná-lo interessante aos seus olhos. Namore um cara que tenha uma pilha de três ou quatro livros na cabeceira e que lembre do nome da professora que o ensinou as primeiras letras.
Encontre um cara que lê. Não é difícil descobrir: ele é aquele que tem a fala mansa e os olhos inquietos. Ele é aquele que pede, toda vez que vocês saem para passear, para entrar rapidinho na livraria, só para olhar um pouco. Sabe aquele que às vezes fica calado porque sabe que as palavras são importantes demais para serem desperdiçadas? Esse é o que lê.
Ele é o cara que não tem medo de se sentar sozinho num café, num bar, num restaurante. Mas, se você olhar bem, ele não está sozinho: tem sempre um livro por perto, nem que seja só no pensamento. O rosto pode ser sério, mas ele não morde, não. Sente-se na mesa ao lado, estique o olho para enxergar a capa, sorria de leve. É bem fácil saber sobre o quê conversar.
Diga algo sobre o Nobel do Vargas Llosa. Fale sobre as novas traduções que andam saindo por aí. Cuidado: certos best-sellers são assunto proibido. Peça uma dica. Pergunte o que ele está lendo - e tenha paciência para escutar, a resposta nunca é assim tão fácil.
Namore um cara que lê, ele vai entender um pouco melhor seu universo, porque já leu Simone, Clarice e -talvez não admita - sabe de memória uns trechos de Jane Austen. Seja você mesma, você mesmíssima, porque ele sabe que são as complicações, os poréns que fazem uma grande heroína. Um cara que lê enxerga em você todas as personagens de todos os romances.
Um cara que lê não tem pressa, sabe que as pessoas aprendem com os anos, que qualquer um dos grandes tem parágrafos ruins, que o Saramago começou já velho, que o Calvino melhorou a cada romance, que o Borges pode soar sem sentido e que os russos precisam de paciência.
Um namorado que lê gosta de muita coisa, mas, na dúvida, é fácil presenteá-lo: livro no aniversário, livro no Natal, livro na Páscoa. E livro no Dia das Crianças, por que não? Um cara que lê nunca abandonará uma pontinha de vontade de ser Mogli, o menino lobo.
E você também ganhará um ou outro livro de presente. No seu aniversário ou no Dia dos Namorados ou numa terça-feira qualquer. E já fique sabendo que o mais importante não é bem o livro, mas o que ele quis dizer quando escolheu justo esse. Um cara que lê não dá um livro por acaso. E escreve dedicatórias, sempre.
Entenda que ele precisa de um tempo sozinho, mas não é porque quer fugir de você. Invariavelmente, ele vai voltar - com o coração aquecido - para o seu lado.
Demonstre seu amor em palavras, palavras escritas, falas pausadas, discursos inflamados. Ou em silêncios cheios de significados; nem todo silêncio é vazio.
Ele vai se dedicar a transformar sua vida numa história. Deixará post-its com trechos de Tagora no espelho, mandará parágrafos de Saint-Exupéry por SMS. Você poderá, se chegar de mansinho, ouví-lo lendo Neruda baixinho no quarto ao lado. Quem sabe ele recite alguma coisa, meio envergonhado, nos dias especiais. Um cara que lê vai contar aos seus filhos a História Sem Fim e esconder a mão na manga do pijama para imitar o Capitão Gancho.
Namore um cara que lê porque você merece. Merece um cara que coloque na sua vida aquela beleza singela dos grandes poemas. Se quiser uma companhia superficial, uma coisinha só para quebrar o galho por enquanto, então talvez ele não seja o melhor. Mas se quiser aquela parte do "e eles viveram felizes para sempre", namore um cara que lê.
Ou, melhor ainda, namore um cara que escreve.

Créditos:
Texto original: Bruno Palma e Silva


25 de novembro de 2012

Namore uma Garota que Lê - Rosemary Urquico


Vi esse texto no Quinas e Cantos, mas o original escrito por Rosemary Urquico você pode encontrar aqui. Eu simplesmente adorei o texto por que essa garota descrita nele é a garota dos meus sonhos, e por que também ele me lembrou uma pessoa muito especial para mim (pena ser só amiga). Pros caras: você gostaria de uma namorada assim? E pras garotas: você é assim? Leiam o texto, e comentem.



Namore uma garota que gasta seu dinheiro em livros, em vez de roupas. Ela também tem problemas com o espaço do armário, mas é só porque tem livros demais. Namore uma garota que tem uma lista de livros que quer ler e que possui seu cartão de biblioteca desde os doze anos.
Encontre uma garota que lê. Você sabe que ela lê porque ela sempre vai ter um livro não lido na bolsa. Ela é aquela que olha amorosamente para as prateleiras da livraria, a única que surta (ainda que em silêncio) quando encontra o livro que quer. Você está vendo uma garota estranha cheirar as páginas de um livro antigo em um sebo? Essa é a leitora. Nunca resiste a cheirar as páginas, especialmente quando ficaram amarelas.
Ela é a garota que lê enquanto espera em um Café na rua. Se você espiar sua xícara, verá que a espuma do leite ainda flutua por sobre a bebida, porque ela está absorta. Perdida em um mundo criador pelo autor. Sente-se. Se quiser ela pode vê-lo de relance, porque a maior parte das garotas que leem não gostam de ser interrompidas. Pergunte se ela está gostando do livro.
Compre para ela outra xícara de café.
Diga o que realmente pensa sobre o Murakami. Descubra se ela foi além do primeiro capítulo da Irmandade. Entenda que, se ela diz que compreendeu o Ulisses de James Joyce, é só para parecer inteligente. Pergunte se ela gosta ou gostaria de ser a Alice.
É fácil namorar uma garota que lê. Ofereça livros no aniversário dela, no Natal e em comemorações de namoro. Ofereça o dom das palavras na poesia, na música. Ofereça Neruda, Sexton Pound, cummings. Deixe que ela saiba que você entende que as palavras são amor. Entenda que ela sabe a diferença entre os livros e a realidade mas, juro por Deus, ela vai tentar fazer com que a vida se pareça um pouco como seu livro favorito. E se ela conseguir não será por sua causa.
É que ela tem que arriscar, de alguma forma.
Minta. Se ela compreender sintaxe, vai perceber a sua necessidade de mentir. Por trás das palavras existem outras coisas: motivação, valor, nuance, diálogo. E isto nunca será o fim do mundo.
Trate de desiludi-la. Porque uma garota que lê sabe que o fracasso leva sempre ao clímax. Essas garotas sabem que todas as coisas chegam ao fim. E que sempre se pode escrever uma continuação. E que você pode começar outra vez e de novo, e continuar a ser o herói. E que na vida é preciso haver um vilão ou dois.
Por que ter medo de tudo o que você não é? As garotas que leem sabem que as pessoas, tal como as personagens, evoluem. Exceto as da série Crepúsculo.
Se você encontrar uma garota que leia, é melhor mantê-la por perto. Quando encontrá-la acordada às duas da manhã, chorando e apertando um livro contra o peito, prepare uma xícara de chá e abrace-a. Você pode perdê-la por um par de horas, mas ela sempre vai voltar para você. E falará como se as personagens do livro fossem reais – até porque, durante algum tempo, são mesmo.
Você tem de se declarar a ela em um balão de ar quente. Ou durante um show de rock. Ou, casualmente, na próxima vez que ela estiver doente. Ou pelo Skype.
Você vai sorrir tanto que acabará por se perguntar por que é que o seu coração ainda não explodiu e espalhou sangue por todo o peito. Vocês escreverão a história das suas vidas, terão crianças com nomes estranhos e gostos mais estranhos ainda. Ela vai apresentar os seus filhos ao Gato do Chapéu [Cat in the Hat] e a Aslam, talvez no mesmo dia. Vão atravessar juntos os invernos de suas velhices, e ela recitará Keats, num sussurro, enquanto você sacode a neve das botas.
Namore uma garota que lê porque você merece. Merece uma garota que pode te dar a vida mais colorida que você puder imaginar. Se você só puder oferecer-lhe monotonia, horas requentadas e propostas meia-boca, então estará melhor sozinho. Mas se quiser o mundo, e outros mundos além, namore uma garota que lê.
Ou, melhor ainda, namore uma garota que escreve.

Créditos:
Texto original: Date a Girl Who Reads - Rosemary Urquico
Tradução e adaptação - Gabriela Ventura

Top 5: Melhores Adaptações Literárias

Pessoal, antes de tudo, gostaria de pedir desculpas mais uma vez pelo atraso nas postagens. Fim de ano letivo, fechamento de bimestre, estudante de instituto federal, últimas provas, tudo junto e misturado, aliado a correria do dia-a-dia, fizeram com que eu ficasse um pouco recluso com relação ao blog, sorry. Peço de antemão, mil desculpas, e pretendo parar com isso. Mas vamos ao post.
Já tivemos aqui o Top 5: Piores Adaptações Literárias. E nada mais justo do que ter um post falando sobre boas adaptações. Sim por que não só de péssimas adaptações vive o mundo, para nossa alegria de vez em quando nossos queridos livros caem em boas mãos e são adaptados de forma correta.
O que nos leva a conclusão de que tempo de filme, dificuldade de filmar cenas , mudança de história  e outras várias desculpas dadas pelos diretores e estúdios de cinema não justificam os verdadeiros pecados que são acabar geral com um adaptação. Sempre haverá corte de cenas, mudanças de enredo, caracterização diferente, e as vezes além de necessário admito que por vezes fica até melhor, mas tem de ser maneirado e, claro, desde que não mude os rumos da história, que consequentemente possam prejudicar uma futura sequência (não é mesmo Percy?).
Sendo assim, para compensar aqui vai: Top 5: Melhores Adaptações Literárias.

5° lugar: Crônicas de Nárnia: O Leão, A Feiticeira e o Guarda Roupa.

Primeiro livro publicado, mas segundo na ordem cronológica entre os sete clássicos escritos por C.S.Lewis. Nem preciso dizer como sou fã dessa série, simplesmente genial, e a adaptação (pelo menos a primeira) não fica atrás. Começando pelo elenco, bons atores, que se encaixam nas descrições dos personagens (até mesmo a superioridade da Suzana se vê na intérprete da personagem), não posso ficar sem falar também de Georgie Henley que deu um show como a pequena Lúcia, além de Tilda Swinton como a Feiticeira Branca, interpretação de congelar os ossos (ok, trocadilho tosco haha). Cenários mais do que belos, fotografia excelente. Sem falar nos efeitos especiais, Aslam e a prova disso. A produção teve o cuidado de fazer os mínimos detalhes, desde personagens até os cenários feitos por computação gráfica. Mas o mais importante, a história em si, houveram cortes e alterações de enredo, sim, sempre tem, mas foram apenas detalhes, parte sem muita importância que mesmo ocultados não tiraram a magia e seguimento da história. Ainda que ocorrendo mudanças, a história permaneceu, magnifica, grandiosa e espetacular. 
E óbvio que prefiro o livro, não há dúvidas acerca disso, mas não tenho do que reclamar desse filme, pelo menos desse, por que cá para nós, digamos que as sequências pecaram um pouco pela ação desenfreada e mudaram um pouco o foco da história, mesmo assim são ótimas, recomento.

4° lugar: V de Vingança

"Eu dedico esse concerto à senhora justiça que há muito tempo tirou férias desse país e em reconhecimento ao impostor que tomou o seu lugar."
Umas das muitas frases marcantes de V, protagonista anarquista que encabeça a graphic novel a qual se baseou esse filme. Devo dizer primeiramente que houveram diversas mudanças no enredo, um delas foi a retirada de boa parte da temática anarquista presente na HQ (que para mim poderia ter permanecido, mas tudo bem), pois segundo os produtores a mudança da mensagem foi melhor para a época do filme.  Tudo bem por que mesmo com cortes e mudanças, ainda assim o filme e espetacular, um dos melhores que já vi, por que a história foi explorada e os pontos principais foram bem destacados. Em relação ao elenco começamos por Natalie Portman, na minha opinião não foi lá sua melhor atuação, ela poderia ter sido mais, digamos intensa, mas tudo bem, ainda assim não tiro seu mérito, por que  não tenho muito do que reclamar (ponto para você Natalie), a intensidade comentada anteriormente com certeza foi o elemento que Hugo Weaving usou ao interpretar V (é ele? HAHA), esse sim merece todos os parabéns do mundo, excelente atuação. 
O filme é em si, diferente, intenso, espetacular, genial, magnífica. Não se compara a HQ é claro, por que tá pra nascer uma adaptação que supere a obra. No mais o filme é uma ótima pedida para quem quer assistir algo no mínimo diferente (recomendo muito). Merece destaque a trilha sonora, escutem.

3° lugar: Harry Potter e a Pedra Filosofal

O começo de tudo, na maior e mais famosa série adaptada de livros.  Sete livros que possibilitaram o sucesso que foram os oito filmes. Toda a história de Harry Potter, dez anos de sonhos e expectativas pelos filmes seguintes. Voltando ao filme, percebe-se como o diretor quis ser o mais fiel na medida do possível para uma adaptação, os cenários, os figurinos, a maior parte das cenas dos livros, desde os olhos verdes de Harry (o ator tem olhos azuis), até o cabelo "crespo" da Hermione (única coisa que fiquei feliz de terem mudado ao longo dos filmes). Como é de esperar, sempre existe o medo  de afundar nas bilheterias quando se é o  primeiro filme de uma série, por isso não é de esperar que não houve todo o empenho e investimento que a história merecia. Mas ainda assim, o filme foi bom, a história ficou na medida certa para uma adaptação cinematográfica, e mesmo com os cortes, mudanças e desaparecimento de alguns personagens e cenas, isso não foi um grande problema para a produção do filme, ao passo que as cenas exploradas no filme foram visual e simplesmente belas. A começar pelos cenários, os vastos campos verde da Inglaterra cotados pelo Expresso de Hogwarts, até a incrível Escola de Magia e Bruxaria totalmente construída através de maquetes e efeitos especiais, mas que deram a sensação de que ela realmente estava lá (e me fizeram ficar com vontade de estudar lá também). Incrível também foram as caracterizações dos atores, como disse até os olhos verdes de Harry e o cabelo "crespo" de Hermione tiveram o cuidado de mostrar. Ai vem alguém e diz, mas encurtaram muito, não é igual ao livro. E claro que não é igual, não existe (e provavelmente, não existirá) uma adaptação 100% igual ao livro. É preciso cortar partes da história, por que segundo os diretores uma adaptação fiel renderia em torno de 16 horas de filme, e mesmo que os fãs digam que assistiriam as 16 horas com o maior prazer (pelo menos eu assistiria) e pouco provável que uma produção faça isso.
Bom, eu já me demorei muito aqui, resumindo, prefiro e recomendo (sempre) o livro, pois não há nada igual, e simplesmente sensacional todo o universo que a autora criou. Mas também gosto e recomendo o filme, por que no mais, ele e uma ótima pedida para quem quer algumas horas de diversão e emoção. Assistam!

2° lugar: Jogos Vorazes


Um thriller grandioso e intrigante, muito bem desenvolvido no livro, e no filme também. É claro que não é a mesma coisa, mas tenho que dizer que Jogos Vorazes foi uma das adaptações mais fiéis que já assisti. O desenvolvimento foi um pouco lento, até chegarmos no arena, mas foi fluido, agradável de se ver, tanto as atuações quanto pelos cenários e caracterizações, é claro que aquele loiro do Peeta ficou meio fajuto, mas pelo menos ele está loiro (não é mesmo Annabeth?). Acredito que Jennifer foi feito para o seu papel, ela convence como Katniss, ela conseguiu passar na atuação seu ódio pela Capital, como acha toda a situação em que vive absurda. E uma sacada genial dos produtores foi ter mudado a linguagem para terceira pessoa, pois para quem leu o livro, sabe que ele é narrado pela Katniss em primeira pessoa, então muitos acontecimentos e até pensamentos de outro personagens ficaram de fora; já no filme mesmo que continue do ponto de vista da Katniss, temos uma ideia (mesmo que rápida) do que acontece com os outros personagens. Quem também merece os parabéns e Elizabeth Banks por sua atuação de Effie Trinket, ela conseguiu passar o ar cômico e caricato da personagem, e ao mesmo tempo alienada pela Capital. O que nós leva a caracterização, quando vi Elizabeth de Effie, até assustei (como conseguiram de certa forma enfeiar uma atriz tão linda?), do mesmo jeito Jennifer, estranhei no começo ela morena, ainda mais que tinha a pouco tempo a visto de Mística em X-Men, mas depois me acostumei e até prefiro ela morena. A única que me revoltou profundamente foi terem mudado a história referente ao tordo, como Katniss o consegue (que depois evolui para algo muito mais grandioso), simplesmente sumiram com a Madge e toda a part, digamos, mitológica do símbolo tordo, ponto negativo para isso.
Resumindo, de forma geral, foi uma boa adaptação, mas como sempre poderia ter sido melhor. O que vejo que prejudicou o filme foi mesmo a censura, por parte do estúdio, que como sempre, querendo arrecadar mais bilheteria, fez um filme voltado pro público juvenil, é Jogos Vorazes é um livro adulto, não tem como discordar, sendo assim várias das sacadas políticas e principalmente a parte pesada e sangrenta da história foi cortada ou então amenizada. Mas como sabemos isso não vai mudar, então o jeito é se acostumar, e assistir muito Jogos Vorazes enquanto esperamos ansiosamente pelo lançamento de "Em Chamas".

1° lugar: O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei


História que pode ser definida como épica, envolvente, sensacional  com personagens ricos em características e personalidade e desenvolvimento de perder o fôlego. Sem duvida Senhor dos Anéis : O Retorno do Rei e suas três horas de duração é a melhor e mais fiel adaptação de um livro já feita. Toda a trilogia foi adaptada pelo genial Peter Jackson (ele ta filmando Hobbit, ahh), corajosamente filmados simultaneamente o que custou milhões de dólares e dois anos de produção. Com relação ao filme, o mais incrível com certeza e o cenário e as surpreendentes cenas de tirar o fôlego, merecidas dos onze Oscars ganhos. Fica claro como a produção foi mais detalhada, grandiosa nesse filme, deveras por que essa é a conclusão épica da saga de Frodo. Os efeitos especiais não poderiam ficar de fora daqui, é impressionante o realismo das cenas, desde Gollun, até as incríveis construções dos elfos e das Minas Tirith, sem falar é claro de Mordor e o Grande Olho de Sauron. tudo muito real. O desenvolvimento poderia ter sido melhor, pois ao meu ver, foi tudo muito rápido, como se o diretor tivesse pressa em chegar a certa cena ou mesmo concluir o filme, todo o desenvolvimento que levaria ao fim foi muito resumido, mas isso foi apenas um pequeno erro do roteiro que não deve ser tão levado em consideração se comparado a todo o esplendor da produção, tudo aliado é claro a mitologia criada por Tolkien, pois sem ela o filme não seria nada (mas isso é discução para outro post).
Em resumo, O Retorno do Rei é uma obra grandiosa, espetacular, magnífica, e sem sombra de dúvidas épica, que fez jus ao livro, com um elenco merecedor de vários elogios encabeçado por grandes astros, além de uma produção que se preocupou com cada pormenor para levar para nós cinéfilos, essa grande obra que dá gosto de assistir sempre, aqui, só nos resta também aguardar pelo lançamento das três partes  (vai ser trilogia, ebaa) de "O Hobbit, que com toda certeza também vai ser um grande sucesso. 

NOTA: Este post tem por objetivo único mostrar minha opinião sobre o assunto explorado nele, consistindo do meu ponto de vista, apenas de livros e filmes que eu assisti, sendo assim, pode não corresponder com sua opinião.

15 de novembro de 2012

Meme Literário: Conheça o Blogueiro

Vi o meme no blog Eu Vivo Lendo e a liberdade de fazê-lo. Espero que gostem. Comentem sobre o que acharam.

1 - Quando surgiu a ideia de criar seu blog?
Quando comecei a fazer fanfics, senti a necessidade de mostrar para alguém, pedir a opinião, e não existe lugar melhor do que na internet. E quando vi os blogs de alguns amigos, a vontade aumentou e resolvi me aventurar nesse mundo. Assim surgiu o blog.

2 - Origem do nome do blog:
Por que a ideia original do blog era publicar minhas fanfics e contos (depois que a ideia evoluiu para algo maior) e o meu maior desejo é de escrever algo memorável, algo que surpreenda as pessoas, que fique em suas memórias, algo realmente incrível (enquanto não consigo vou tentando neé), a partir dai foi só juntar tudo e daí veio Fanfics Memoráveis.

3 - Você teve/tem outros blogs além deste?
Não, esse foi o primeiro que resolvi me dedicar e me jogar de vez para tentar fazer algo legal para vocês (to conseguindo, o que vocês acham?).

4 - Já pensou em desistir alguma vez do seu blog?
Até o momento não, e espero não precisar. Adoro escrever aqui e realmente fico frustado quando as atividades acadêmicas do colégio se sobrepõem e preciso me afastar de vez em quando daqui. Estou tentando conciliar a vida de estudante e blogueiro, espero conseguir.

5 - Mande uma mensagem para seus seguidores:
Gostaria apenas de agradecer aqueles que acompanham o blog, fico muito feliz de saber que o que estou fazendo está agradando pelo menos algumas pessoas. Isso aqui e para vocês, são vocês que movem esse blog. Valew!!

RODADA PING-PONG

1 - Uma música: Qualquer uma do Coldplay ou do Linkin Park.

2 - Um livro: Um Estudo em Vermelho - Arthur Conan Doyle.

3 - Um filme: V de Vingança.

4 - Um hobby: Ler, escrever minhas histórias, desenhar e assistir filmes e minhas séries favoritas.

5 - Um medo: De que algo ruim aconteça com as pessoas que gosto.

6 - Uma mania: Corrigir os erros ortográficos dos outros (é mais forte que eu HAHAHA).

7 - Um sonho: Ser alguém na vida, que pra mim quer dizer, formar em Arquitetura e publicar um livro.

8 - Não consigo viver sem: Meus livros, ficar sem escrever e minha família.

9 - Tem coleção de alguma coisa? Livros (única coleção que me dedico).

10 - Gostaria de fazer alguma pergunta para os próximos participantes? Não.

11 - Do que você mais gosta no seu blog? De poder colocar minhas opiniões sem me preocupar com o resultado que poderão causar (por que são minhas opiniões), além de ver que o que estou fazendo está tendo resultado (muito obrigado pelos elogios, por seguir, pelas críticas, comentários).

Indico este meme para quem tiver vontade de fazê-lo (recomendo).

Trailer e cartaz de Instrumentos Mortais - Cidade dos Ossos

Para nossa alegria (e desespero pela espera) foram liberadas a primeira foto oficial e o primeiro cartaz de Instrumentos Mortais - Cidade dos Ossos, e OMG hoje de madrugada saiu o primeiro trailer  perfeito também. Devo dizer que minhas expectativas aumentaram mais ainda, estão no extremo, muito ansioso por esse filme.
Confiram a foto, o cartaz e o trailer e passem mal comigo pela espera de mais de seis meses até a estréia do filme (falta muito).





O filme conta com Lily Collins como Clary Fray, Jamie Campbell Bower como Jace Wayland,  Robert Sheehan como Simon Lewis, Jemima West como Isabelle Lightwood e Kevin Zegers como Alec Lightwood.
Com direção de Harald Zwart tem estréia prevista para 23 de Agosto de 2013.

Quem assim como eu, está muito ansioso?

10 de novembro de 2012

Skoob: Minha Estante Virtual

Coluna criada pelo blog Livros e Resenhas (muito bom, recomento), e copiada (com a devida autorização hahaha) por está pessoa que vós fala. Bom, após os devidos créditos, vamos ao post.


1 - Quantos livros lidos você tem na sua aba LIDO no Skoob?
92 lidos apenas (alguns não lembro, outros não tem e fico com preguiça de cadastrar e é claro, preciso ler mais).

2 - Qual livro você está LENDO?
“Desejo dos Mortos” – Kimberly Derting e enrolando propositalmente com “Cidade de Vidro” – Cassandra Clare.

3 - Quantos livros têm na sua aba VAI LER?
120 livros.

4 - Você está RELENDO algum livro? Qual é?
Comecei a reler “Percy Jackson e o O Ladrão de Raios”.

5 - Quantos livros você já ABANDONOU? Quais são eles?
Apenas 1 livro, “O Atlas Esmeralda”, mas foi por motivos técnicos, ainda retornarei a leitura dele.

6 - Quantas RESENHAS você tem cadastradas no Skoob?
Nenhuma, resenhas não são minha praia.

7 - Quantos livros AVALIADOS você tem na sua lista?
31 avaliados, avaliei só os mais queridos e os mais odiados (hahahaha).

8 - Na aba FAVORITOS, quantos livros você tem registrados? Cite alguns.
21 favoritos. Todos "Percy Jackson", todos "Harry Potter", "Jogos Vorazes", "Ladrões de Elite", e toda a série magnífica “Os Karas” do Pedro Bandeira (recomendo muito).

9 - Quantos livros você tem na aba TENHO?
78 livros até o momento, mas espero aumentar esse número o quanto antes.

10 - Quantos livros você tem nos DESEJADOS?
46 livros. E preciso urgentemente de todos, fiquem a vontade para me dar qualquer um deles (HAHAHA).

11 - Quantos livros emprestados no momento? Quais?
2 livros. “O Trono de Fogo” (Crônicas dos Kane #2) e Reunião Sombria (Diários do Vampiro #4).

12 - Você quer trocar algum livro? Quais são?
Sim, “O Despertar” (Diários do Vampiro #1) e “Histórias Extraordinárias”. Mas acho que não haverá ninguém interessado neles (mas caso alguém queira, fique a vontade).

13 - Na aba META, quantos livros você tem marcados? Cumpriu essa meta?
45 livros. Não cumpri e certeza que não consigo à cumprirei, li somente 5.

14 - Qual é o número no teu paginômetro?
17.472.

15 - Qual o link do teu perfil do Skoob?

16 - Indique 5 usuários do Skoob para responder essa tag.

Lendo essa semana #2


Lendo Essa Semana... coluna destinada a mostrar minhas leituras e dedicações literárias do momento. Meme semanal hospedado pelo Lost in Chick Lit, adaptado pelo Mentecaptos por Livros e colado por mim. Clique para saber mais










Leitura do momento: Estou tentando continuar "Desejos dos Mortos" (The Body Finder #2) mas tá difícil.

Comentário: Meloso ao extremo, não aguento mais a Violet suspirando pelo Jay... ARGH.

Terminei de ler essa semana: "Ecos da Morte" (The Body Finder #1), mas foi a mais de uma semana.

Última compra: "A Sombra da Serpente" (Crônicas dos Kane #3), contando os dias que faltam pra ele chegar aqui em casa.

Desejo comprar urgentemente: Cidade dos Anjos Caídos (Instrumentos Mortais #4) de Cassandra Clare, A Marca de Atena (Heróis do Olimpo #3) de Rick Riordan, A Ascensão dos Nove (Os Legados de Lorien #3) de Pitacus Lore.

Queria ver no Brasil:  Os mesmos de sempre, Uncommon Criminals (Heist Society #2) e Perfect Scoundrels (Heist Society #3), de Ally Carter, Lady Midnight (The Dark Artifices #1) de cassandra Clare.

Citação do livro que você está lendo no momento: “ Os mortos nem sempre querem ser esquecidos. E essa necessidade de serem descobertos podia ser tão poderosa que se transformava no único pensamento de Violet, seu único propósito...” pág. 29

Eu falaria para o autor: “Suzanne, por que matar meus personagens queridos? não tem necessidade disso.”

Estado de Espírito Literário: Negligente e sem tempo para minhas leituras.

Paixão literária do momento: Izzy, eternamente. Mas meu coração sempre terá um lugar reservado para minha Hermione querida, hahahaha.

1 de novembro de 2012

No Aguardo: Adaptações Cinematográficas #5

Mais uma adaptação literária que entrou na minha lista para assistir, na verdade está é uma das mais aguardadas por mim. Sou extremamente fã do livro, um dos melhores clássicos que já li até hoje

Os Miseráveis


Jean Valjean foi condenado a realizar trabalhos forçados por ter roubado um pão. Naquele fatídico dia, seus sobrinhos sentiam fome. Libertado 19 anos depois, Valjean adota uma nova identidade, tornando-se um próspero empresário. Perseguido pelo implacável Inspetor Javert, é preso novamente, mas consegue escapar; resgata a pequena Cosette da inescrupulosa família Thénardier e vai morar com ela em um convento em Paris. Após alguns anos, entra em cena a Revolução Francesa, trazendo conflitos políticos as ruas da Cidade-Luz. E a vida só mostra como é uma sequência de problemas que se substituem por tempo indeterminado 


Considerada a obra-prima de Victor Hugo, autor do também clássico Notre-Dame de Paris, que ficou mundialmente conhecida pela adaptação O Corcunda de Notre-Dame.
Baseada na obra clássica de sucesso de Victor Hugo, aclamado pela crítica e pelo público, e diversas vezes adaptada ao cinema. Nova versão, será adaptada como um musical, sendo mais fiel ao livro.
A história passa-se na França do século XIX, e retrata em cinco volumes, a vida de Jean Valjean, um condenado posto em liberdade, até sua morte. Em torno dele giram algumas pessoas (que vão dar seus nomes para os diferentes volumes do romance), testemunhando a miséria da época, a pobreza miserável de: Fantine, Cosette, Marius, mas também Thénardier, incluindo Éponine e Gavroche, e o Inspetor Javert.

O elenco conta com Hugh Jackman como o protagonista Jean Valjean, Anne Hathaway  como Fantine, Russel Crowe como Inspetor Javert, Amanda Seyfried como Cosette, Helena Bohan Carter como Madame Thénardier, Sacha Baron Cohen como Monsier Thénardier, Samantha Barks como Éponine, Eddie Redmayne como Marius e Aaron Tvein como Ejolras.

Com direção de Tom Hooper tem estréia prevista para 29 de março de 2013.

Confira os cartazes já divulgados:









Saíram também algumas fotos, veja:









Não deixe de ver também o trailer:




Creio que esta seja uma das, senão à adaptação cinematográfica mais esperada por mim.

E vocês, também estão ansiosos?

24 de outubro de 2012

Lendo essa Semana #1


Lendo Essa Semana... coluna destinada a mostrar minhas leituras e dedicações literárias do momento. Meme semanal hospedado pelo Lost in Chick Lit, adaptado pelo Mentecaptos por Livros e colado por mim. Clique para saber mais










Leitura do momento: Comecei hoje a ler “Ecos da Morte” (The Body Finder #1) e animando para começar “Oksa Pollock e o Mundo Invisível” (Oksa Pollock #1) 

Comentário: Não tenho o que comentar ainda, comecei o livro agora a pouco, por enquanto nenhuma surpresa.

Terminei de ler essa semana: Feita de Fumaça e Osso (Daughter of Smoke and Bone #1) livro ótimo, de perder o fôlego, (o ruim é esperar a sequência que vai demorar).

Última compra:  Oksa Pollock e o Mundo Invisível, de Anne Plichota e Cendrine Wolf, Ecos da Morte e Desejos dos Mortos de Kimberly Derting, A Farsa, A Vingança e A Traição de Christopher Reich, O Atlas Esmeralda de John Stephens, Dom Casmurro e os Discos Voadores, de Machado de Assis e Lúcio Manfredi, Senhora, A Bruxa, de José de Alencar e Angélica Lopes, A Escrava Isaura e o Vampiro, de Bernardo Guimarães e Jovane Nunes, O Alienista Caçador de Mutantes, de Machado de Assis e Natalia Klein.

Desejo comprar urgentemente:  Jane Austen, A Vampira, de Michael Thomas Ford, A Sombra da Serpente (Crônicas dos Kane #3), de Rick Riordan,  Cidade dos Anjos Caídos (Instrumentos Mortais #4) de Cassandra Clare, A Marca de Atena (Heróis do Olimpo #3) de Rick Riordan, A Ascensão dos Nove (Os Legados de Lorien #3) de Pitacus Lore.

Queria ver no Brasil:  Uncommon Criminals (Heist Society #2) e Perfect Scoundrels (Heist Society #3), de Ally Carter, Lady Midnight (The Dark Artifices #1) de Cassandra Clare. (vai demoraaar)

Citação do livro que você está lendo no momento: “...Mas havia exceções a todas as regras. Os burros e fracos sempre se separam do bando em algum momento.” pág. 85

Eu falaria para o autor: “Tia Jô, escreva mais Harry Potters”

Estado de Espírito Literário: Ansioso, mas sem tempo.

Paixão literária do momento: Izzy, I LOVE YOU FOREVER.

22 de outubro de 2012

Meme Literário: 11 perguntas

Vi esse meme também no Vávula de Escape (obrigado pelos memes) e resolvi  fazê-lo também.





1 - Qual seu personagem favorito de todos os tempos?
Sempre foi e sempre será Harry Potter, mas também tenho uma amizade legal com o Percy e com o Peeta.

2 - Qual seu livro favorito?
Há tantos, mas vamos lá. No quesito séries: Harry Potter, no quesito trilogia: Jogos Vorazes, no quesito stand alone: nenhum, pois não tenho stand alones. (triste)

3 - Qual o pior livro que você já leu na sua vida?
ARGH, Lua Nova, único da série Crepúsculo que perdi meu tempo precioso lendo. Agora por que o considero tão ruim? Melodrama ao extremo, e a raiva que a Bella passa com suas atitudes tão infantis, perda de tempo completo. (minha opinião claro)

4 - Que música combina perfeitamente com um livro?
O silêncio pode entrar aqui? Por que não gosto de nenhum barulho por perto enquanto leio.

5 - Se você pudesse se casar com um personagem, com quem seria? E por quê?
Izzy I LOVE YOU. Quer casar comigo? Simplesmente por que ela e demais, e apesar de ligar um pouco para o que os outros pensam dela, ainda assim ela vai lá e faz. Ela e fodaa.

6 - Qual o livro que te deixou mais triste?
Com certeza “A Esperança”. Não tenho nem palavras para expressá-lo, a não ser triste, emocionante, de tirar o fôlego e as lágrimas.

7 - E mais feliz?
Ladrões de Elite, livro muito bom, e super criativo. Mas sempre fico feliz quando leio o último de uma série. Apesar do paradoxo de ser triste por ter acabado, dá uma sensação de tarefa cumprida, de desejo cumprido. E sempre fico feliz quando leio clássicos, nesses vem à sensação de orgulho por lê-los.

8 - Que livro você leu só pela capa?
Pode-se dizer que livros eu NÃO li pela capa. Por que não classifico muito pelas capas bonitas, mas pelas capas feias sim. Mas eu super quero ler Dezesseis Luas, não só pela capa, mas ela ajudou e muito na minha escolha por ele.

9 - Que livro você leu por boas recomendações de amigos?
Jogos Vorazes, Instrumentos Mortais, Ladrões de Elite, Feita de Fumaça e Osso e vou ler Dezesseis Luas neé Juliana.

10 -  E por resenhas positivas?
Percy Jackson, e não me arrependo. Melhor coisa que poderia ter feito.

11 - Qual seu autor favorito?
Quais seus autores favoritos neé? Por que são tantos. Vamos ver, J.K.Rowling sempre. Rick Riordan, Suzanne Collins, C.S.Lewis, J.R.R. Tolkien.


Indico este meme também para JulianaBiancaRuama, Carol e quem mais se sentir a vontade em fazê-lo.

E então? Quais seriam as respostas de vocês? Comentem.